A importância de um Briefing para criação de um layout de site
15 de Abril de 2019

A importância de um Briefing para criação de um layout de site

Nós não executamos um projeto sem briefing. Somos irredutíveis nesse quesito, afinal de contas estamos falando da base, do núcleo, da nossa referência em todo desenvolvimento.

É preciso saber onde se quer chegar antes de iniciar, pelo menos quando o assunto for desenvolvimento de sites. Parece óbvio, mas nem todos por aí fazem um briefing detalhado e completo para seus projetos, o que é quase um crime.

  • perda de tempo da equipe;
  • demora na entrega do projeto;
  • fazer o cliente esperar mais;
  • fazer questionamentos contínuos para o cliente;
  • errar, errar e errar mais um pouco.

É isso que você gera quando não faz um briefing para o desenvolvimento de um projeto.

Mas afinal, o que significa briefing?

Briefing em português significa “instrução”. Em outras palavras e adaptando para o nosso cenário, é uma termo moderno e robusto para “reunião com o cliente para recolher todas as informações necessárias para construção do site”.

Esse é o momento de conhecer a empresa do cliente, entender como o seu negócio funciona e qual o objetivo dele com o site. É a hora de fazer perguntas básicas e profundas, abordando temas como:

  • negócio (produtos, diferenciais, pontos positivos e negativos);
  • público-alvo (estilo de vida, idade, gênero, renda, comunicação, localização);
  • processo de venda;
  • objetivos e metas com o site;
  • história da empresa;
  • concorrentes;
  • referências;
  • aparência (cores, logo, características).

Esses são temas básicos e que geralmente não escapam dos questionários, mas você deve adaptar e reformular as questões para cada cliente e situação.

O importante é: captar o máximo de informações úteis possíveis. Após iniciar o projeto, claro que o cliente será flexível para novos questionamentos, mas isso gera atrasos no desenvolvimento e faz não só nós, mas também o cliente perder seu tempo, afinal ele já nos concedeu seu precioso tempo para realização do briefing.

Pior: realizar questionamentos contínuos ao cliente, fazendo ele perder cada vez mais tempo com algo que, bem elaborado, não o ocuparia tantas vezes. Pior ainda: entregar o projeto e ele não ser aprovado pelo cliente, repetidamente.

É claro que isso tudo pode ser evitado elaborando um bom questionário, para que nenhuma informação falte na execução do layout e programação do site.

Onde fazer o briefing com o cliente?

Para isso há duas possibilidades. Realizar pessoalmente é a forma mais tradicional e indicada, uma vez que as reuniões presenciais conseguem transmitir com mais fidelidade as emoções e intenções do cliente.

A outra opção é realizar pela internet. Se o cliente for de uma região mais distante, por exemplo, as videoconferências, geralmente feitas no Skype ou Google Chat (Hangout) ajudam a aproximar as ideias.

Em últimos casos, o briefing por e-mail ou WhatsApp (e derivados) é uma alternativa. Ela pode até poupar seu tempo, mas é claro que a qualidade da comunicação diminui. A consequência disso são algumas informações distorcidas e a execução um pouco desalinhada com os objetivos do cliente, podendo gerar retrabalhos. Não é uma regra, mas pode acontecer.

Os contrapontos não anulam a opção de realizar via e-mail ou WhatsApp, mas valoriza as reuniões pessoais e conferências. Vale a pena investir um tempo conversando com o cliente e acertar na primeira, fechando com chave de ouro e ouvindo um: “Era exatamente o que eu queria.”

O briefing é a parte mais importante no desenvolvimento de um site

Juro pra você, ele é a parte mais importante! Parece estranho algumas informações estarem à frente da própria programação ou aparência do site? Calma, eu vou explicar.

É claro que todas as partes no desenvolvimento são imprescindíveis, e talvez a construção de um site seja um dos melhores exemplos de como todas as áreas envolvidas no processo são indispensáveis para um bom resultado.

Mas vamos para um exemplo rápido, prático e didático:

Você é confeiteiro e precisa fazer um bolo para um cliente super importante. Você é extremamente competente no que faz, possui todos os ingredientes e equipamentos, mas não sabe como o cliente quer o bolo, não conhece seus gostos, não sabe seu sabor favorito ou até mesmo se ele é diabético ou alérgico a algum composto.

Apesar de você estar preparado, fica difícil saber por onde começar para agradar seu cliente, não é? Você precisa de um norte.

Ainda não ficou claro? É mais ou menos isso o que pode acontecer:

 

Veja que o conteúdo é praticamente mesmo, mas a maneira como foi organizado é completamente diferente. É um exemplo mais radical, mas é o que acontece quando não se conhece detalhadamente o projeto.

O briefing é o ponto de partida. É a partir dele que a estrutura e a aparência do site são definidas. O que adianta criar um site super moderno se o público são os idosos? É possível que eles não consigam encontrar o que procuram dentro do site.

Também não faz sentido criar um site incrível, lindo, maravilhoso, super atual e conceitual, mas só para o designer. É preciso ouvir e moldar as ideias junto ao cliente.

E apesar de alguns serem mais antiquados e sugerirem ideias completamente fora de lógica, geralmente por serem leigos, são eles que conhecem com mais profundidade os futuros usuários do site, é extremamente importante ouvir suas ideias.

Cada detalhe é importante e o briefing é nosso aliado na missão de construir um site eficiente e dentro dos gostos do cliente. Se você ainda não o utiliza, passe imediatamente a só iniciar um projeto com um bom briefing desenvolvido.

Conclusão: briefing é primordial em todo projeto

Não há pontos negativos ao realizar um briefing, é nítido não só os benefícios, mas também a importância de utilizá-lo do início ao fim do desenvolvimento de sites. Todos os próximos processos dependem dele.

Ele será necessário no desenvolvimento do wireframe, do layout da homepage e páginas internas, na elaboração das funcionalidades, na aparência e até na programação, caso surjam dúvidas.

Além disso, geralmente com ele é que acontece o primeiro contato da equipe com os novos clientes, o que já cria uma proximidade, pessoalidade e envolvimento com o projeto.

Espero que você tenha captado a importância dessa fase em seus novos projetos.